home-equity
January 2021
Redação Categoria: home-equity

O que é home equity?


Home equity é uma modalidade de empréstimo onde um imóvel é dado em garantia. Por ser uma garantia real o imóvel em garantia permite ao credor ter mais segurança e com isso o crédito tende a ficar mais barato.

Ao contrário de outros investimentos, o valor do imóvel não pode ser rapidamente convertido em dinheiro. O cálculo patrimonial é baseado em uma avaliação do valor de mercado atual de sua propriedade. Mas essa avaliação não é garantia de que a propriedade seria vendida a esse preço. O valor da propriedade também não pode ser convertido rapidamente em dinheiro, ou seja, tem uma liquidez menor que outras garantias.

Alienação Fiduciária:
Na modalidade de alienação fiduciária a propriedade é transferida para o banco ou instituição financeira com uma anotação na matricula do imóvel e voce fica com a posse podendo usar para seu fim. Quando terminar de pagar o empréstimo o imóvel passa a ser de propriedade do devedor.

O contrato de alienação fiduciária deve ser registrado no Registro de Títulos e Documentos do domicílio do devedor quando as partes oficializam a existência de dois proprietários distintos sobre o imóvel. O devedor tera a posse direta sobre o bem, podendo utilizá-lo normalmente, e em que a instituição financeira mantém a propriedade. O contrato de alienação fiduciária costuma ser de longo prazo, podendo até ultrapassar 240 meses e com isso os custos cartorais, que não são baratos, ficam diluidos tornando esta modalidade de crédito bastante atrativa.

Esta é a modalidade preferida pelos bancos e que proporciona as melhores taxas de juros e isso se deve pois em casos de não pagamento das prestações, os bancos são capazes de retomar os bens com processos extrajudiciais, de forma muito mais rápida e menos burocrática do que em outras modalidades. Em outras palavras, a cobrança é mais rápida, pois não depende da intervenção judicial,

As outras modalidades jurídicas como o penhor e a hipoteca ainda existem, mas têm caído em desuso devido a desvantagens legais, como a necessidade de procedimentos judiciais de cobrança demorados e a maior burocracia. Para o consumidor adimplente trouxe inúmeras vantagens gerando maior oferta de crédito e mais barato. O consumidor adimplente é aquele que paga o custo dos inadimplentes e quanto mais fácil e menos burocrático for o processo de garantia melhor será para a sociedade como um todo.

Como toda operação de crédito incidirá IOF, seguro e taxas administrativa que estará embutido no custo efetivo total da operação. As pessoas jurídicas podem se beneficiar desta forma de crédito tambem seja alienando imóveis da empresa ou se seus sócios e depois realizando uma operação de mútuo.

Na Apoio Global daremos toda a assessoria para ajuda-lo a comparar as modalidades de crédito e temos casos onde o Home Equity é uma forma mais barata de crédito de longo prazo que o uso sistemico de desconto de duplicatas.